SITE DO BLOG SOBRIEDADE

DIGA: NÃO SOU CARETA! SOU INTELIGENTE !

DIGA: NÃO SOU CARETA! SOU INTELIGENTE !

 

Salve amigos/amigas - leitores/leitoras! 

BOM DIA! 31 DE JULHO DE 2.017!

Resultado de imagem

Não tem como não falar do orgasmo da sorveteira né?

Não sabe como é não? AI KIBOM, AI KIBOM, AI KIBOM! kkkkkk

 

Não esquece de pausar a rádio lá no final da página no canto direito da página, prá poder ouvir o Telegrama ok?

 

VOCÊ SABE O QUE É A SURDEZ?

 

Surdez, prejuízo auditivo ou perda auditiva é uma inabilidade total ou parcial de ouvir . É causada por diferentes fatores, como idade, ruídos, doenças, intoxicações, traumas físicos, etc. Há um diagnóstico para determinar a severidade do prejuízo auditivo, medida em decibéis, e categorizada em suave, moderada, moderadamente severa ou profunda. A surdez também pode ser definida em três pontos de vista: ponto de vista médico, educacional ou cultural.

Existem diversas medidas que podem ser tomadas para prevenir a perda auditiva, mas em alguns casos é impossível de reverter ou prevenir. Muitos avanços tecnológicos foram realizados para melhorar a audição dos deficientes auditivos. Entretanto, algumas dessas tecnologias têm causado controvérsias na comunidade surda.

fonte pt.wikipedia.org

 

O CACTO

Aquele cacto lembrava os gestos desesperados da estatuária:
Laocoonte constrangido pelas serpentes,
Ugolino e os filhos esfaimados.
Evocava também o seco Nordeste, carnaubais, caatingas...
Era enorme, mesmo para esta terra de feracidades excepcionais.

Um dia um tufão furibundo abateu-os pela raiz.
O cacto tombou atravessado na rua,
Quebrou os beirais do casario fronteiro,
Impediu o trânsito de bondes, automóveis, carroças,
Arrebentou os cabos elétricos e durante vinte e quatro horas
privou a cidade de iluminação e energia:

- Era belo, áspero, intratável.
MANUEL BANDEIRA - PETRÓPOLIS - 1925
Site do Blog da Sobriedade também é cultura ó xente!

 

 LÁ VOU EU DE NOVO, AGAIN AND AGAIN AND AGAIN

 

 

Tempos atrás, durante entrevista à Rádio Norte/Sul tempos atrás aqui em Jacarezinho, diversas pessoas telefonaram, contataram o site e fizeram perguntas diversas, mais específicamente inúmeras perguntas sobre a maconha e através do blog e agora no Site, vou falar um pouquinho mais sobre o assunto que é polêmico.

Existem correntes favoráveis e correntes contrárias.  

Eu como digo sempre, só posso relatar todo o malefício que as substâncias trouxeram à minha vida (inclusive a maconha) e na vida de tantos outros adictos com o qual trabalhei e, trabalho até hoje.

São amigos, amigas, afilhados, afilhadas e, pergunte a qualquer um deles se a maconha é tão natural como querem nos fazer crer? se ela não causa dependência? e otras perguntitas más!

Meu! prá mim só pode ser brincadeira, mas é real : 20 de abril , nos EUA (extra-oficialmente) foi comemorado o Dia Internacional da Maconha (hare baba!!!!!!!!! ) .

Só a título de curiosidade tudo começou no estado da Califórnia como código para os "fumantes" da Escola Secundária San Rafael.

Gostaria de salientar também, que não estou fazendo campanha nem contra, muito menos pró óbviamente; a finalidade do Site como já salientei  é esclarecer, falar sobre, para que as pessoas conheçam um pouco mais e possam discernir, posicionar-se e , saber como agir para que não aconteça em suas vidas e talvez na vida de seus entes queridos, o que aconteceu comigo e com uma legião de amigos, afilhados, entes muito queridos para mim que passaram por uma verdadeira via-crucis em função do uso indiscriminado de substâncias. (inclusive a dita cuja) 

Então, fica difícil falar sobre criminalização ou não criminalização de substâncias como a maconha por exemplo, quando temos o álcool e o tabaco que não são inseridos nesse contexto o que para mim caracteriza um verdadeiro absurdo.

Dito isto, gostaria de salientar que a OMS (Organização Mundial de Saúde) atesta que o uso de maconha (continuadamente) prejudica o desempenho cognitivo (capacidade de aprendizagem).

Estudos também comprovam que o uso prolongado da Cannabis favorece o desenvolvimento de câncer, pois a fumaça possui 50 a 70% mais hidrocarbonos cancerígenos em comparação ao tabaco (câncer no sistema respiratório e reprodutor). 

O uso regular traz em seu ombro o dobro de risco de surtos psicóticos e esquizofrenia, transtornos de ansiedade e depressão, não sendo tão light, tão zen como querem alguns, sem contar que a maconha possui 60 substâncias entorpecentes ou mais.

Pesquisas efetuadas pela UNIFESP (Univ.Federal do Estado de São Paulo, dão conta que:

" Na adolescência, os índices de dependência chegam a 10% ".

É muita coisa.

A pesquisa segundo apurei, não leva em consideração a quantidade, mas sim os seguintes quesitos:
- ansiedade e preocupação com a falta da substância
- Sensação de não ter mais controle sobre o uso
- Preocupação com o próprio uso ( é assim que funciona o processo nas dependências; no começo o uso é plenamente compartilhado e incentivado, mas com o desenvolvimento do processo, o uso passa a ser mais solitário e egoístico: minha droga!)
- Ter tentado parar algumas vezes
- Imaginar muito difícil a vida com a ausência da substância.

Fecha a notícia, dando conta que a Unifesp conclui que 1/3 dos usuários adultos tentaram parar e não conseguiram e ainda que, 27% dos usuários apresentaram sintomas de abstinência ao parar.

 
Outra nota muito interessante, encontrada no blogs.jovempan.uol.com.br dá conta que 75% da população no Brasil é contrária à legalização da maconha.

GALERA!  informar através da experiência e conscientizar sobre os malefícios da dependência química é o meu propósito; a conclusão é por conta de todos vocês meus queridos amigos e amigas.

NOTA: Alguns amigos (as) sempre perguntam o que ganho com o SITE! A proposta é ser realmente um informativo e elucidativo sobre as dependências químicas. Como todos podem ver, temos anunciantes e se você clica no anúncio, se cadastra, compra algo enfim, daí é que ganho algum dindim. Então, se puder e se quiser, dá uma clicadinha, veja as ofertas, produtos, serviços! são muito bons, e a "família" do Site do Blog da Sobriedade penhorada agradece (kkkkkkkkkk).

Nós não somos o que gostaríamos de ser.
Nós não somos o que ainda iremos ser.
Mas, graças a Deus,
Não somos mais quem nós éramos.

Martin Luther King

Aproveitando a "deixa" do Luther King, temos para nós (adictos) que:

Não estamos ainda onde pensamos que devemos ou deveremos estar, mas também não estamos mais onde costumávamos estar!

Esse "carinha" poderia muito bem ser um adicto em Recuperação! he he he

A FARMÁCIA DO GENÉRICO EM JACAREZINHO PR.

E OLHA SÓ QUE LEGAL! VOCÊ NÃO PRECISA SE DESLOCAR ATÉ O CENTRO DA CIDADE PRÁ ENCONTRAR MEDICAMENTOS COM AQUELE PRECINHO ESPECIAL.