SITE DO BLOG SOBRIEDADE

GAME OVER! LAMBANÇA NO URUGUAI! PORQUE SERÁ HEM?

GAME OVER! LAMBANÇA NO URUGUAI! PORQUE SERÁ HEM?

 

 

BOA NOITE GALERINHA DO BEM!

09 DE ABRIL DE 2.014! DIA DA BIBLIOTECA!

 

Livros tem o poder de nos levar a lugares em que nunca estivemos, vivenciar sonhos, exercitar nossas fantasias, sofrer, rir, chorar, se alegrar.............

]

OLHA SÓ COMO TENHO ME SENTIDO ÚLTIMAMENTE!

Coloquei um banner falando de educação no trânsito logo de cara, pois não me canso de falar a respeito dos malefícios do álcool e da maconha e, o que isso acarreta no trânsito (vide a historinha que conto abaixo.... real, aconteceu comigo); o primeiro ( o álcool ) por ser uma droga liberada, institucionalizada e que todo mundo sabe ser causadora de devastação, desagregação e problemas seríssimos, e a segunda por "apregoarem" os interessados óbviamente, ser uma droga natural (ela vêm da natureza) mas (olha o MAS aí gente!) contém muitas substâncias entorpecentes, e não é inocente como querem fazê-la parecer. NÃO É MEEERRRRRRRRRRRRRRRMO!

Abro o Uol, Msn, não me recordo e vejo trechos de entrevista do digníssimo deputado Jean Wyllys (cidadão ao qual tenho muito respeito e acho inteligentíssimo), mas, tem sempre o mas neh não? dizendo que se a gente quiser, em qualquer lugar tem maconha, portanto ela está legalizada ou liberada não me recordo o termo e, fez a seguinte colocação: então! o álcool por exemplo! só temos a lei seca por que é uma droga legalizada.............................

Ah! então tá! vamos legalizar  a maconha prá depois fazermos a Lei engole a fumaça por exemplo?

Meu! é muito socó prá um só socó coçar!

Aliás, em se falando de álcool e Lei Seca, final de semana na região de Sorocaba, tivemos um acidente hediondo, trágico mesmo que ocasionou a morte de 6 jovens, causado ao que me parece por motorista alcoolizado.

Quando será que as pessoas se conscientizarão? quantos terão que morrer?

6, 60, 600, 6.000, 60.000, 600.000 ????????????????????????????????????

Fico me imaginando pai do rapaz que causou o acidente........... e ao mesmo tempo, pai das pessoas que vieram a falecer nessa tragédia! 

Daí, vira e mexe conto episódios de minha vida na Ativa para que os incautos não caiam na mesma armadilha em que caí e, principalmente para que não aconteçam desgraças que comigo (algumas) por graça de Deus não aconteceram.

  O que me faz tremer até hoje ao recordar, é o fato de que poderia ter causado mortes, desagregar famílias (outras! pois a minha eu desagreguei) e, tudo isso por conta da irresponsabilidade que tomou conta do meu ser ao tornar-me um adicto e, principalmente no período da ativa, que foi longo, longo demais.
Me recordo, vou contar rápidamente de meu último acidente em Ponta Grossa-PR (com o automóvel da Empresa); estava eu totalmente alcoolizado, chapado e, numa avenida da cidade, simplesmente desmaiei ao volante.
Testemunhas afirmaram que subi na calçada perto de um ponto de ônibus onde haviam várias pessoas e passei reto, subindo com as quatro rodas no poste (literalmente subi no poste).
Auto com perda total!  "Santo Onofre" estava ao meu lado (só sofri ferimentos levíssimos para o acontecido) e louvo a Deus todos os dias por não haver causado uma tragédia matando pais de família e pessoas inocentes.
Então, esse é um dos motivos pelo qual vivo dando o alerta, vivo dando meu testemunho e é um dos fatores motivadores da criação do Site. Ajudar, falar à exaustão, alertar, conscientizar.
Quanto a nossa outra vilã, A JIFE, órgão de controle sobre drogas da ONU em comunicado efetuado meses atrás, à época da aprovação da lei, lamentou profundamente a legalização da maconha no Uruguai.
Afirmou ainda, que a decisão do governo Uruguaio viola as normas Internacionais e, disse também no comunicado que "as autoridades Uruguaias ultrapassaram conscientemente as disposições legais do tratado - Convenção Única de Narcóticos de 1.961.
O Presidente da JIFE Raymond Yans disse ainda: "O uso e abuso da maconha por jovens, pode ter uma séria influência em seu desenvolvimento; fumar maconha é mais cancerígeno que fumar tabaco".
Eu, na minha "santa ignorância", faço questão sempre de frisar que não tenho nada contra quem usa drogas de qualquer espécie, quem sou eu prá julgar né não? inclusive a maconha e o álcool (fiz uso dessas "merdas" durante aproximadamente 30 anos de minha vida!) AFF AFF AFF.
O que eu não posso, e não devo, é ser a favor de substâncias que me fizeram perder tantos anos de minha vida, perder famílias, perder dignidade, virar um farrapo humano. 
Você é livre para fazer suas escolhas não é? mas é igualmente prisioneiro das consequências de suas escolhas.
Eu sofro consequências de escolhas inadequadas até hoje.
O que posso fazer, e é minha proposta e a proposta do Site, é alardear os malefícios dessas substâncias! mas .......... quem quiser usar, pague o preço.
Ainda em minha modesta opinião, perdoem a ignorância do macaco, mesmo com 67% do povo Uruguaio sendo radicalmente contra a liberação, o parlamento Uruguaio e seu Presidente, concretizaram a lambança.
Deve haver um interesse mega, macro, hiper arrebatador por trás dessa liberação né não?
Aliás, já falei até em posts aqui no Site sobre a Philip Morris (em minha visão) estar por detrás da liberação da substância no Uruguai).
E por aqui, quem será? a Souza Cruz? sabe como é.............. venda de cigarros decresceu, faturando menos piriri, pororó......................... 
Só para finalizar o tema Uruguai/liberação, o Sr. Yans arrematou: " O objetivo dessa lei, é "reduzir a criminalidade" e esse objetivo está ancorado em hipóteses frágeis e não fundamentadas.
Na visão do Sr. Yans a medida não protege os mais jovens, mas diminui a idade do primeiro consumo da maconha e, leva a problemas de desenvolvimento e à compulsão/propulsão precoce e, à dependência.

Olha só o que a Universidade Federal de São Paulo afirma sobre a substância: "Dependência de Maconha existe, e é bastante comum entre usuários".

Conta uma que eu não saiba! porque essa já é velha, embora os defensores da liberação digam o contrário, e prossegue com um dado para mim muito significativo: " Na adolescência, os índices de dependência chegam a 10% ". OOOOOOIIIIIIIII GENTEM! É MUUUUUUUUUUITA GENTE!

A pesquisa segundo apurei, não leva em consideração a quantidade, mas sim os seguintes quesitos:
- ansiedade e preocupação com a falta da substância
- Sensação de não ter mais controle sobre o uso
- Preocupação com o próprio uso ( é assim que funciona o processo nas dependências; no começo o uso é plenamente compartilhado e incentivado, mas com o desenvolvimento do processo, o uso passa a ser mais solitário e egoístico: minha droga!)
- Ter tentado parar algumas vezes
- Imaginar muito difícil a ausência da substância.
Fecha a notícia, dando conta que a Unifesp concluiu que 1/3 dos usuários adultos tentaram parar e não conseguiram e ainda que:

27% dos usuários apresentaram sintomas de abstinência ao parar. 

AH! MAS OS "DEFENSORES DIZEM QUE NÃO CAUSA DEPENDÊNCIA, QUE É UMA DROGA LEVE! 

Outra nota muito interessante, encontrada no blogs.jovempan.uol.com.br dá conta que 75% da população no Brasil é contrária à legalização da maconha. Brasileiro não é bobo não! 
Isso foi a conclusão do segundo Levantamento Nacional de Álcool e outras Drogas, realizado em 149 municípios brasileiros pela mesma Unifesp, pelo Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e outras Drogas e outras Instituições.
O Coordenador da Unidade de Estudos de Drogas, Psiquiatra Ronaldo Laranjeira apresentou o resultado à imprensa e mostrou ainda dados alarmantes como por exemplo de que existe 1 milhão e 500 mil pessoas dependentes da maconha no Brasil e vai além: desse total, 500 mil são adolescentes.
A maconha possui aproximadamente 60 substância entorpecentes.
Tenho postado muita coisa falando a respeito dessa substância que muita gente diz ser natural, que não causa dependência, que isso, que aquilo. Galera! o buraco é mais em cima, não é mais em baixo não.
Outra nota interessantíssima que encontrei hoje, foi no www.cremesp.org.br dando conta que: em 60% dos acidentes de trânsito e em 10% dos adoecimentos e mortes está o consumo de bebidas alcoólicas, e finaliza: " O consumo exagerado tornou-se um grave problema de segurança pública e de saúde ".
É tudo o que digo aqui diáriamente!

E o que me bate é um sentimento de impotência total e é aí que começo a me sentir um perfeito...................................................................................

 

HASTA LA VISTA BABY! OU HASTA LA PRAZO TAMBÉM, PODE SER!

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII............................................