SITE DO BLOG SOBRIEDADE

JÁ TOMOU SEU REMÉDINHO HOJE? CUIDADINHO!

JÁ TOMOU SEU REMÉDINHO HOJE? CUIDADINHO!

 

 

ÔÔ seu moço do disco voador, me leve com você, aonde você for, ÔÔ seu moço mas não me deixe aqui, enquanto eu sei que têm tanta estrela por aí........

VAI QUE É MOLE! .......................

 

BOA NOITE GALERINHA DO BEM! 16 DE JUNHO DE 2.018!

DIA DA UNIDADE NACIONAL!

Resultado de imagem para dia da unidade nacional

Resultado de imagem

AHHHH MAS HOJE TAMBÉM É O DIA DO................. HA....HUMMMM.... DIA DE SER FELIZ! DIA DE ESTAR LIMPO!

Galera? Sobriedade tem data de validade? em minha opinião é óbvio que não.

Um dia de cada vez não faço uso de substâncias que alterem meu humor, minha capacidade de raciocinar, pratico a programação, vou aos diversos grupos de apoio, mas............... tem sempre um mas não é mesmo?

Alguém uma vez me disse, que para algumas pessoas, a Sobriedade tem data de validade.......... isso tem ecoado na minha mente últimamente, em função de alguns amigos, afilhados, que parece que estão num moto-contínuo.... eles sobem, sobem, sobem e........... de repente a queda.

Tenho pesquisado, conversado com pessoas, brevemente falarei sobre o assunto em um post.

Dia 20 de Junho do ano que passou, foi marcado pela aprovação do Projeto de Lei pelo Congresso Nacional da volta da comercialização dos remédios para emagrecer, sendo que a Anvisa e outras entidades médicas são contra e, essa discussão vem se arrastando desde 2.011.

O que me causa espanto, foi a defesa do presidente da Câmara Rodrigo Maia, afirmando que existe muita obesidade e, que os remédios para emagrecimento são tipo uma necessidade: "Tomei a decisão após ouvir diversas entidades médicas e receber um parecer favorável do próprio Conselho Federal de Medicina. Entendo o drama de milhares de brasileiros que têm níveis perigosos de obesidade e precisam ser levados a sério, e com responsabilidade, tendo acesso a um tratamento médico controlado", publicou Rodrigo Maia numa rede social.

Meu! olha só: liberação de substâncias via projeto de lei? via congresso?

Isso me cheira a mais um lobby, a mais uma das múltiplas, inúmeras, incontáveis e infindáveis maracutaias desse governo vil, sem credibilidade e....................... sem legitimidade.

Já que vou falar de remédios (drogas) abaixo, achei muito conveniente começar com o adendo acima. Em 08 de junho que passou, assisti um pouco do seriado Malhação na Rede Plim Plim  e, minha esposa também me chamou a atenção para um dos temas do programa que eram meninas ficando sem comer, "viciadas em emagrecimento", tomando remédios para emagrecer  sem necessidade (são magrinhas), sem acompanhamento médico óbviamente........... é a bulimia, a anorexia  e outros quetais que andam deixando de cabelo em pé os pais de meninas adolescentes nos dias de hoje.

Abaixo falo sobre benzodiazepínicos, as anfetaminas (substâncias utilizadas em remédios para emagrecimento etc,etc,etc).

Outro assunto que hoje me veio à mente sobremaneira hoje e, como vou falar sobre remédios que causam dependência, foi a "bola fora" de um conceituado Psiquiatra de nossa região, que me consultou tempos atrás, e que queria me receitar um Ansiolítico; educadamente coloquei a ele, ser eu adicto, portanto não tomaria o referido medicamento, pois o tal de Lexotan eu tomava de baldes, cruzando com bebida alcoólica.

Então, o renomado Doutor me disse: mas como? isso não causa dependência! pow pow pow pow pow.

Doutor renomado! tome lá, aprenda, atualize-se, cuidado com a vida das pessoas.................... o Senhor pode causar uma recaída fatal, a um adicto que seja desinformado, ou que esteja começando a cair no auto-engano.

 

Dependência de Lexotan

 

Pode ocorrer dependência quando da terapia com benzodiazepínicos. O risco é mais evidente em pacientes em uso prolongado, altas dosagens e particularmente em pacientes predispostos, com história de alcoolismo, abuso de drogas, forte personalidade ou outros distúrbios psiquiátricos graves. ( olha aí......... é eu total AFF )
No sentido de minimizar o risco de dependência, os benzodiazepínicos só devem ser prescritos após cuidadosa avaliação quanto à indicação e devem ser administrados por período de tempo o mais curto possível. A continuação do tratamento, quando necessária, deve ser acompanhada bem de perto. A duração prolongada do tratamento só se justifica após avaliação cuidadosa dos riscos e benefícios.
Entonces........... vamos falar mais sobre o assunto? vai lá:

 

 

JÁ TOMOU SEU REMÉDINHO HOJE? AFF! meu! presta atenção! se liga!


 
Post do http://www.benatti-blogsobriedade-soporhoje.blogspot.com.br 17/09/2012 lá se vão 5 anos>.............
Você tá lembrado óbviamente da novela Avenida Brasil (aliás andou passando um flashback no vídeo show da Rede Plim Plim), que fez sucesso tremendo não só no Brasil mas também fora dele não está? (lembrado da novela?)
Então, começo a falar da novela (essa foi a que primeiro me fez atentar para o tema), como verão abaixo pois possuo estatísticas demonstrando que durante o horário nobre, por mais de sete minutos o consumo de álcool é colocado de forma subliminar na mente dos telespectadores (lembrem-se da novela e concordarão comigo); isso sem citar os comerciais constantes e insistentes de cerveja e outros derivados do álcool colocados direto e reto nos mais variados horários.
Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, o consumo de bebidas alcoólicas é cada vez mais banalizado (ou seja é tudo muito normal) e como se não bastasse, é estimulado muitas vezes dentro da própria família, seja diretamente, quase como um rito de passagem para a vida adulta, seja indiretamente, nos exemplos (e esse em minha opinião é o mal maior) dados por pais e familiares ao consumirem bebidas alcoólicas indiscriminadamente na frente de crianças e de adolescentes.
Fecha o quesito, afirmando que o consumo se mostra cada vez mais como um hábito cultural.
Continua afirmando que a indústria de bebidas alcoólicas é uma das mais fortes no mercado nacional e fecha com comentário que já citei aqui mesmo no site outro dia: "O problema é que todas essas mensagens, difundidas a todo o momento e em qualquer canto do país, acabam por esconder a realidade que está por trás das bebidas alcoólicas (vide a glamourização do álcool).
As consequências do consumo desenfreado são diluídas na exposição constante dessas mensagens que valorizam o álcool e seus consumidores.
O que? você não bebe? mas porque? todo mundo se espanta!.  Então, os problemas causados pelo álcool e suas consequências para a saúde pública, só tendem a aumentar.
Como afirmou Elisaldo Carlini, coordenador do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid) da Unifesp: "Não há dúvidas de que as bebidas alcoólicas são o principal problema de saúde pública na dependência química juvenil".
Para justificar a afirmação, Carlini recorre à pesquisa ainda não divulgada à época do Cebrid, efetuada entre 108 mil estudantes de escolas públicas e privadas de todo o País; enquanto 60,5% dos pesquisados afirmaram já ter usado álcool na vida, apenas 0,6% disseram ter experimentado o crack.
"É UMA DIFERENÇA COMPARATIVA DE QUASE CEM VEZES ENTRE O CRACK E O ÁLCOOL".
Só fornecendo novos parâmetros e novas perspectivas para que vocês possam cada vez mais avaliar e refletir sobre o assunto.

Vou falar rápidamente (again and again) sobre a novela Avenida Brasil da Rede Globo de Televisão (vocês certamente se recordam!); falei outro dia aqui mesmo numa postagem a respeito das cenas em que os personagens faziam uso do álcool e reparava também, que a personagem Ivana (irmã do Tufão) estava sempre tomando um remédinho ( a mãe também ) e depois tome álcool em cima.
AFF! chegava a me dar calafrios! explico: quando recaí nas substâncias, tomava baldes de anfetaminas/ansiolíticos misturado com álcool!
MAS ERAM BALDES DIÁRIOS REALMENTE !!!!!!!!!!
Tenho apregoado aqui no site que auto-medicação não está com nada!
Tenho falado insistentemente sobre as anfetaminas (os emagrecedores) principalmente no tocante às mulheres que por indicação de amigas, parentes etc, fazem uso desse tipo de medicamento de forma totalmente inadequada, sem saber o perigo iminente que estão correndo.
VOCÊ SABIA?
Que a dependência por certos tipos de medicamentos pode se desenvolver em apenas duas semanas de uso contínuo?. Mesmo com prescrição médica??
Por isso é tão importante que se consulte um especialista-médico para que haja a prescrição adequada e, principalmente o acompanhamento e o desenvolvimento tanto dos sintomas apresentados como dos possíveis efeitos colaterais inclusive uma possível dependência.
E essa dependência, pode ser tanto física como psíquica, ou ambas.
Segundo dados da OMS (organização Mundial de Saúde, o número de internações por reações contrárias de medicamentos ultrapassa os 10%.
Hoje fala-se muito em Farmácias, mas tempos atrás (e até hoje utiliza-se o termo em menor escala), as farmácias eram também chamadas de DROGARIAS porque vendiam drogas.
A origem da palavra farmácia provém da Grécia Antiga (DO GREGO PHARMAKÓN), e esse termo servia para designar substâncias capazes de gerar transformações, boas e ruins ou seja: podia ser remédio mas também
podia ser veneno.
  
Segundo a OMS saúde é: "Um estado de completo bem-estar fisico, mental e social e não sómente ausencia de afecções e enfermidades".
Então, segundo cartilha lançada pelo Ministério da Saúde justamente a respeito da auto-medicação, medicamentos são essenciais quando receitados e usados adequadamente para diagnosticar, prevenir e curar
doenças.
Utilizados de maneira incorreta ou consumidos sem orientação médica, podem causar efeitos indesejáveis e oferecer sérios riscos à saúde.
Gostaria de falar rápidamente sobre os tranquilizantes ou ansiolíticos; são drogas assim chamadas pois diminuem a ansiedade das pessoas, sem afetar em demasia as funções psíquicas e motoras.
Hoje em dia existem os benzodiazepínicos e quase todos os medicamentos que contém essa substância terminam em PAM. Exemplos: diazepam, bromazepam, lorazepam etc.
Existem também alguns muito conhecidos com nomes "fantasia" tipo: valium, lorax, lexotan, kiatrium etc.etc.
Assim como as anfetaminas causam dependência, também os benzodiazepínicos quando usados por alguns meses podem levar a pessoa a um estado de dependência.
Sem a substância, o dependente passa a sentir irritabilidade, insônia excessiva, sudorese (suor em demasia), dores pelo corpo e em alguns casos extremos até convulsões.
GALERA! o álcool potencializa o efeito de certas substâncias e a mistura do álcool com os benzodiazepínicos pode realmente levar o cidadão/cidadã a um estado de coma.
Além de tudo isso, ainda dificultam a aprendizagem e a memória (prá mim só restou o Tico e o Teco! kkkk tô brincando só prá descontrair, mas a coisa é seríssima).
Finalizando, essas drogas também interferem em nossas funções psicomotoras ou seja: aumentam o risco de acidentes ao volante, acidentes de trabalho prejudicando desempenhos de forma geral.
Então, lamentávelmente esse exemplo da novela mais uma vez NÃO FOI NADA LEGAL!
AUTO-MEDICAÇÃO NÃO TÁ COM NADA!
Se você não acredita, tudo bem! de repente pode passar 9 meses numa Comunidade Terapêutica para se livrar da dependência. ( com um pequeno mas enorrrrme agravante: uma vez instalada a dependência, ela é prá vida toda, você vai ter que se cuidar até o final da vida! se liga!).
A coisa toda é trash! Galera! evitem recomendações de vizinhos, vizinhas, amigos, parentes e até mesmo do balconista da farmácia pois geralmente ele não é farmacêutico e, mesmo sendo farmacêutico, não é médico.
Medicamentos sómente com receita e acompanhamento médico.
HASTA LA VISTA BABY!
MELHOR ATENDIMENTO EM COMBUSTÍVEIS DE JACAREZINHO PR.
FAÇA UMA VISITA E SURPREENDA-SE.

A FARMÁCIA DO GENÉRICO EM JACAREZINHO PR.

E OLHA SÓ QUE LEGAL! VOCÊ NÃO PRECISA SE DESLOCAR ATÉ O CENTRO DA CIDADE PRÁ ENCONTRAR MEDICAMENTOS COM AQUELE PRECINHO ESPECIAL.