SITE DO BLOG SOBRIEDADE

MACONHA É DROGA LEVE??? ABRAÇA TAMANDUÁ, ABRAÇA!

MACONHA É DROGA LEVE??? ABRAÇA TAMANDUÁ, ABRAÇA!

 

 

BOA NOITE GALERINHA DO BEM! 04 DE ABRIL DE 2.018!

Resultado de imagem para 04 de abril dia nacional do parkinsoniano

Resultado de imagemResultado de imagem

CARIDADE!
O ato de ajudar as outras pessoas para ajudar ao próximo no progresso da humanidade. De acordo com a Igreja, o conceito de caridade se tornou mais claro com o cristianismo, por meio do mandamento que diz: “amai-vos uns aos outros”.

NOTÍCIA VEICULADA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO HÁ ALGUNS MESES ATRÁS:

Governo Uruguaio autoriza farmácias a vender Maconha para uso recreativo, apesar da imensa maioria da população ser contrária. Já mandei duas ou treis postagens falando sobre isso, inclusive sobre Países que liberaram a droga num passado não muito distante, citando como exemplo Portugal, em que as internações para dependentes químicos até pouco tempo atrás, eram em decorrencia do uso/abuso de heróina e, que atualmente as internações passaram a ser de usuários/as/dependentes de maconha. Outrossim, no mesmo Uruguai, o número de adolescentes que fuma maconha, ultrapassou grandiosamente o número de fumantes de tabaco.

Até já citei também há algum tempo atrás, aqui mesmo no site, a Philip Morris, gigante da fabricação de cigarros dos EUA, industrializando maconha e até sugeri que o ex-presidente do Uruguai o Senhor José Mujica tenha levado alguma espécie de vantagem quando da liberação da maconha naquele País, pois como agora, a grande maioria da população também era contrária, e o Senhor Mujica se empenhou pessoalmente a liderar uma campanha pró-liberação.

Olha só a notícia encontrada no www.noticiario.com.br:

"Maconha, a droga ilícita mais usada em todo o mundo, acaba de registrar o número impressionante de 181,8 milhões de usuários. Além da dependência, viciados em "Cannabis" desenvolvem sérios transtornos como problemas psiquiátricos durante a vida, hiperatividade, desordens de humor, ansiedade e personalidade. Comum é a síndrome do pânico".

 

 

Resultado de imagem para MACONHA

"A Escola Paulista de Medicina sentiu a necessidade de montar um ambulatório só para atender os usuários de maconha e há uma lista de espera composta por adolescentes e jovens adultos desmotivados, que fumam seis, sete baseados por dia e não conseguem fazer outra coisa na vida. Isso não acontecia quando a concentração de THC era mais fraca e o acesso à droga mais restrito".

Olha só, transcrevo trechos de entrevista efetuada pelo Doutor Dráuzio Varela, médico conceituado  (São Paulo, 3 de maio de 1943), é um médico oncologista, cientista e escritor brasileiro, formado pela Universidade de São Paulo (USP), na qual foi aprovado em 2° lugar, é conhecido por popularizar a medicina em seu país, através de programas de rádio e TV. Foi também um dos fundadores da Universidade Paulista e da Rede Objetivo, onde lecionou física e química durante muitos anos que entrevista o Doutor Ronaldo Laranjeira ( médico psiquiatra brasileiro, coordenador da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas na Escola Paulista de de Medicina da Universidade Federal de São Paulo e é PhD em Dependência Química na Inglaterra)........ e falam sobre drogas de modo geral, mórmente sobre a maconha:

Drauzio – Quando se conversa com usuários de maconha de muitos anos, eles lastimam que a droga tenha perdido a qualidade. Sua explicação prova exatamente o contrário. Terão essas pessoas desenvolvido um grau de tolerância maior à droga?

Ronaldo Laranjeira  – Acho que a queixa é fruto de um certo saudosismo, uma vez que há tipos de maconha, entre eles o skank, que chegam a ter 20% de THC. Na Holanda, foram desenvolvidas cepas que contêm maior concentração desse princípio ativo, o que faz com que a maconha perca a classificação de droga leve e se transforme numa substância poderosa para causar dependência. Deve-se considerar, ainda, como justificativa da queixa que o uso crônico causa sempre certa tolerância.

Drauzio – No Carandiru, minha experiência mostra que há quem fume um baseado a cada 30 minutos. Uma droga que exija tal frequência de consumo não pode ser considerada leve, não é verdade? 

Ronaldo Laranjeira  – Infelizmente não existem drogas leves, se produzirem estímulo no sistema de recompensa cerebral. Em geral, as pessoas perguntam: mas se a droga dá prazer, qual é o problema? O problema é que ela não mexe apenas na área do prazer. Mexe também em outras áreas e o cérebro fica alterado. Diante de uma fonte artificial de prazer, ele reage de modo impróprio. Se existe a possibilidade de prazer imediato, por que investir em outro que demande maior esforço e empenho? A droga perverte o repertório de busca de prazer e empobrece a pessoa. Comer, conversar, estabelecer relacionamentos afetivos, trabalhar são fontes de prazer que valorizamos, mas não são imediatas.

CARACTERÍSTICAS COMPORTAMENTAIS DOS USUÁRIOS

Drauzio – O uso crônico do álcool provoca uma série de alterações que todo mundo conhece e reconhece. Em relação às outras drogas, de acordo com sua experiência pessoal e não com as definições dos livros, quais as principais características do usuário?

Ronaldo Laranjeira  – No ambulatório da Escola Paulista de Medicina que atende usuários de maconha, pude notar que há dois grupos distintos. Um é constituído por jovens que perderam o interesse por tudo o que faziam. Não estudam nem trabalham. Estão completamente desmotivados. É o que chamamos de síndrome amotivacional. O nome é feio, mas pertinente. O outro grupo é formado por pessoas nas quais se estabelece uma relação complexa entre maconha e doenças mentais como psicose e depressão. Não se sabe se a maconha produz a doença mental. O que se sabe é que ela piora os sintomas de qualquer uma delas, seja ansiedade ou esquizofrenia.

AÇÃO E EFEITO DAS DIFERENTES DROGAS

Drauzio –Teoricamente, quando a pessoa ansiosa fuma maconha, fica mais relaxada. Você acha que isso é um mito?

Ronaldo Laranjeira  – É importante distinguir, na droga, o efeito imediato do efeito cumulativo. No geral, sob a ação da maconha, a pessoa ansiosa relaxa um pouco, mas esse é um efeito de curto prazo. O álcool também relaxa num primeiro momento. No entanto, as evidências demonstram que nas pessoas ansiosas seu uso crônico aumenta os níveis de ansiedade, porque o cérebro reage tentando manter o sistema em equilíbrio. É o efeito de homeóstase. Se alguém usa um estimulante, passado o efeito, o cérebro não volta ao funcionamento normal imediatamente. Surge o efeito rebote. Isso ocorre com qualquer droga. Tanto com a maconha quanto com o álcool, findo o efeito depressor, o efeito rebote elevará os níveis de ansiedade.

Drauzio – Como age a maconha na memória?

Ronaldo Laranjeira  – A maconha diminui a concentração, a memória e a atenção. É um efeito bastante rápido. Estudos mostram que, se alguém usar maconha num dia e medir os níveis de memória e concentração no outro, eles estarão ligeiramente alterados. Isso tem um impacto bastante negativo na vida dos adolescentes.

Na verdade, não há droga que melhore o desempenho intelectual. Nós sabemos que pessoas criativas usam drogas e produzem coisas criativas. Se elas não fossem criativas por natureza, não haveria droga no mundo capaz de produzir esse resultado.

E galera do bem, pasmem com a notícia que encontrei hoje no brasil.elpais.com:

A Polícia Civil espanhola detectou a entrada, pelo aeroporto de Alicante-Elche, de uma nova droga sintética derivada da cannabis, pouco conhecida até o momento e cujos efeitos em uma grama são 80 vezes mais potentes que os de uma grama da cannabis tradicional, segundo um comunicado".

A partir das amostras obtidas da substância, concluiu-se que se tratava de um forte derivado da cannabis, de elaboração sintética e com potentes efeitos para o organismo humano.

Quero ver os "LIBERATIONS FROM" insistirem na conversinha que "MACONHA É DROGA LEVE" 

VOCÊ ABRAÇA? EU NÃO! CRUZ IN CREDUUUUUUUUUUUUUU

Imagem relacionada

MEUS TEMPOS DE TAMANDUÁ, GRAÇAS AO PODER SUPERIOR, SÓ POR HOJE TERMINARAM.

 

Falo abaixo, um pouquinho mais sobre a visão do Padre Léo com relação à parábola do "filho pródigo"; tenho certeza que vocês irão gostar muito.

O "conto" Os filhos perdidos, pertence ao livro "Corações Curados" do Padre Léo,scj da Edições Loyola e pode ser adquirido no loja.bethania.com.br/produtos/livros/cura-interior/

Vale a pena ler o livro inteiro, vale a pena adquirir e, vale a pena adquirir e presentear também.

Eu já estou no meu sexto livro pois utilizava o material dos "contos" para trabalhar em palestras, nas reuniões principalmente na CT e, algumas vezes me pediram emprestado e não devolveram.... AFF! normal né?

Mas tenho certeza que fizeram e fazem bom proveito, pois é muuuuuito bom.

Eu adicto sofro preconceito? sim, mas também segrego pessoas mesmo bradando aos quatro cantos que não!

Bem no fundo, bem no íntimo não aceito determinadas pessoas pelas mais diversas razões e, é isso que quero refletir juntamente com todos vocês.

Quem teria razão na parábola do filho pródigo? o irmão mais velho todo certinho? ou o irmão mais novo que gastou toda a fortuna do pai com mulheres, com drogas e voltou com o rabinho entre as pernas, pedindo arrego, pedindo perdão?

Vamos ao trecho de "Os filhos perdidos"

BOA LEITURA E BOA REFLEXÃO A TODOS E A TODAS.......

Agora, tente imaginar comigo a seguinte situação: o rapaz está voltando. Vem devagar e pensativo: será que meu pai vai me receber?

"Eu não sou digno de ser tratado como filho"... Muitas vezes ele pára pelo caminho.

Pensa em não prosseguir viagem. Afinal, cometeu uma falta grave demais.

Desejou a morte do pai. Pedir a herança é considerar o pai morto.

Como será que estão o pai e a mãe?

Será que ainda tem espaço naquela casa para mim? E meu quarto??

Alguém se identifica? EU ME IDENTIFICO, E MUUUUUUUUUUITO.

Quantas e quantas dúvidas preenchiam seu coração inquieto e ansioso...

Mas ele vem treinando o discurso: meu pai, pequei contra o céu e contra ti....

Trata-me como um dos teus empregados.

De repente, na última curva da estrada, antes que se avistasse a fazenda, ele se encontra com o irmão mais velho, que está voltando do campo.

Como seria o encontro dos dois? O mais velho tem o coração cheio de mágoas, já nem o considerava mais irmão.

O mais novo está angustiado e cheio de dúvidas... Um olha para o outro.

O mais novo nem tem coragem de levantar a cabeça. E o mais velho? Que atitudes teria e que palavras diria?

Talvez ele olhasse com muito desprezo para o irmão mais novo e começasse a soltar suas mágoas: Olha só quem está voltando! Ué, onde está a herança que você levou? Que roupas horrorosas...

Nossa, você está fedendo a porco.... parece que esteve morando num chiqueiro.... Não faz mais a barba! E que cabelo horrível! Que gadelha!...

Não me diga que está voltando para a minha casa! Você acha que nosso pai vai recebê-lo? A mãe ficou doente por sua causa...

Quanto tempo sem mandar notícias... Acho que eles nem vão reconhecê-lo....

Engraçado: você pega a metade dos bens do meu pai, gasta tudo com as prostitutas e com os seus amigos drogados e alcoólatras e, agora volta com essa cara de lambidinho, achando que em nossa casa ainda tem lugar para você?

Nem no chiqueiro cabe um traste igual a você....

Um inútil e derrotado, um fracassado....

Bem que eu avisei meu pai: não dê dinheiro a ele. É um vagabundo. Só anda com quem não vale nada...

Dito e feito. Agora está aí, este verme sujo, querendo esconderijo em nossa casa.

Volte para seus amigos. Volte para suas prostitutas... Volte para os traficantes...

E infelizmente o rapaz perdido teria voltado para trás. Lógico. Do jeito que ele estava em dúvida!

Do jeito que estava machucado! Difícilmente teria coragem de ultrapassar a última curva da estrada.

Se o irmão falou tudo isso, imagine o pai! O dinheiro que ele pegou era do pai....

E o menino teria voltado para o chiqueiro e, não teria recebido o abraço do Pai, e não teria o anel, a roupa nova, o sapato nem a festa...

Meus irmãos, eu fico pensando que isso não seja fruto só da minha imaginação, não.

O final dessa história, do jeito que acabo de escrever (o Padre Léo), infelizmente acontece muito mais vezes do que se imagina.

Quantos rapazes e garotas perdidos estão querendo voltar ao coração do pai!

Quantos estão decepcionados porque acreditaram na mentira do pecado, das drogas, da prostituição, do alcoolismo.... e hoje se encontram no fundo do poço! Eles querem voltar. E muitos tentam voltar.

Só que, quando estão voltando, muitas vezes, antes da última curva, antes de avistar a casa do pai e ver que ele virá correndo ao encontro deles, eles se encontram "conosco". 

Eles deparam com nossas incoerências, falsidades, mentiras, com nossos pecados, divisões, fofocas, calúnias, brigas e tantos outros erros que cultivamos apesar de nos dizermos cristãos.......

Que pena! Tem muito menino/menina/rapaz/garota voltando antes de chegar ao destino, porque já se encontrou comigo ou com você.

Talvez esse rapaz ou essa garota vivam muito próximos de nós. Talvez vivam em nossa casa, em nossa comunidade, em nossa rua....

Mas nós os desprezamos... porque não os enxergamos como irmãos e irmãs...

Por isso Jesus prefere os perdidos e marginalizados. Não que Ele tenha o desejo de nos ver no fundo do poço.

O que "Ele" nos ensina com a história do amor do pai é que não devemos ser como o filho mais velho.

Se porventura cairmos no pecado, por pior que ele seja, tenhamos a coragem de voltar... Não precisamos inventar discursos.

Tenhamos uma única e grande certeza: tanto faz se somos o filho mais moço ou o mais velho, o Pai está sempre atento.

Ele está sempre nos olhando. E mais, está sempre disposto a ir ao nosso encontro.

É Ele que corre na direção do rapaz mais novo; é Ele que caminha na direção do filho mais velho. E para os dois tem a mesma mensagem: o que é meu é também de vocês. 

É preciso aprender a fazer festa!    

No coração de Deus, sempre tem festa quando nós voltamos para Ele.....

Hoje você pode dar uma grande festa em homenagem a Deus....

É só deixar de lado seus preconceitos..... é só voltar para "Ele".....

Padre Léo Scj Livro Corações Curados! é muito 10 realmente.

Só quero recordar as palavras da parábola ditas à mulher adúltera que citei no post de "Sabe o preconceito? continuo falando sobre (14/01/14) (: Aquele dentre vós que estiver isento de pecado, que atire a primeira pedra então! Você atira? EU HEIN! .... NEM PENSAR.

 

 

 

 

 

 

MELHOR ATENDIMENTO EM COMBUSTÍVEIS DE JACAREZINHO PR.
FAÇA UMA VISITA E SURPREENDA-SE.

E OLHA SÓ QUE LEGAL! VOCÊ NÃO PRECISA SE DESLOCAR ATÉ O CENTRO DA CIDADE PRÁ ENCONTRAR MEDICAMENTOS COM AQUELE PRECINHO ESPECIAL.