SITE DO BLOG SOBRIEDADE

MAIS VALE UM ADICTO EM RECUPERAÇÃO DO QUE.........

MAIS VALE UM ADICTO EM RECUPERAÇÃO DO QUE.........

 

HARRY PORCO'S SAY: SE LIGA GERAL! MACONHA É DROGA! ÁLCOOL É DROGA!

O Harry porco não se cansa de dizer, e eu também não!

TRABALHO DE FORMIGUINHA TEM QUE CONTINUAR..........formiga

BOA NOITE GALERINHA DO BEM! 04 DE NOVEMBRO DE 2.015!

DIA DO INVENTOR! 

DIA DE................... ESTAR LIMPO!

QUEM TÁ LIMPO SÓ POR HOJE LEVANTA A MÃO AEEEEEEEEEEE!

 

HEY HEY! HEY VOCÊ!

SER DIFERENTE É QUE É LEGAL! 

SER DIFERENTE É NORMAL!

 

UFA! você sabia? MEU! PRÉ-CONCEITO É HORRÍVEL!

SE LIGA!

Vou falar pouco prá não dizer bobagem, mas a Síndrome de Down é uma alteração genética produzida pela presença de um cromossomo a mais no par 21.
Especiais são as crianças que possuem essa alteração; aliás eu diria especialíssimas.
Apesar de muitas campanhas para esclarecimento, muitos pais sentem-se angustiados aos saber que o filho ou filha é uma pessoa com necessidades especiais; existem realmente alguns comprometimentos como por exemplo o intelectual, mas temos presenciado (assistido) na mídia, vitórias e mais vitórias de pessoas que tem a alteração, inclusive com noticiário de dias atrás, jovens entrando para universidades.
A síndrome de Down não têm cura, mas com o avanço da ciência a expectativa de vida entre eles, subiu assombrosamente, chegando mesmo a casos em que o cidadão viveu até 70 anos.
O jogador Romário, hoje deputado-federal, batalha na área dos direitos das pessoas com deficiências, pois têm uma filhinha de 6 anos com a síndrome.
Vejo com muita satisfação por exemplo, aquele anúncio da menina que diz ser diferente e que é diferente porque toca bateria. Somos todos iguais, somos todos irmãos independentemente de qualquer tipo de diferença que possamos apresentar, e acredito que realmente por termos todos os tipos de diferenças é que somos todos especiais.
Parabéns também aos profissionais de todas as áreas que se dedicam a tratar, educar, conviver com essas pessoas prá lá de especiais.

Você conhece a Declaração dos Direitos da Criança aprovada por unanimidade em 20 de Novembro de 1.989 na Assembléia Geral da ONU? o que não conhece? então lá vai:
Toda criança tem Direitos..........................
° À igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade.
° Direito a especial proteção para o seu desenvolvimento físico, mental e social.
° Direito a um nome e a uma nacionalidade.
° Direito à alimentação, moradia e assistência médica adequadas para a criança e a mãe.
° Direito à educação e a cuidados especiais para a criança física ou mentalmente deficiente.
° Direito ao amor e à compreensão por parte dos pais e da sociedade.
° Direito a educação gratuita e ao lazer infantil.
° Direito a ser socorrido em primeiro lugar em caso de catástrofes.
° Direito a ser protegido em caso de abandono e à exploração no trabalho,
° Direito a crescer dentro de um espírito de solidariedade, compreensão, amizade e justiça entre os povos.

Se eu pudesse acrescentar algum direito a essa declaração, incluiria:

Direito a estar isenta, livre de quaisquer tipo de preconceitos e, Direito a estar livre e protegida contra a infestação das drogas!
Utopia ou não, creio que podemos fazer nossa parte, esclarecendo, conversando à exaustão, dialogando, mostrando os malefícios das drogas, mas acima de tudo e primordialmente, dando nosso exemplo.
Os governos nesse quesito, atuando firmemente e, implementando campanhas sem finalidades eleitoreiras, elucidativas realmente e preventivas.

Preconceito é um juízo pré-concebido, que se manifesta numa atitude discriminatória, perante pessoas, crenças, sentimentos e tendências de comportamento.

Então ÔÔÔÔÔÔ preconceituoso! preconceituosa! VAI SE INFORMAR! VAI SE CATAR!

Então! estava eu há algum tempo atrás, tranquilo e calmo folheando uma revista em um consultório dentário aqui da cidade, quando me deparei com duas afirmações: uma do ator Fábio Assunção, adicto juramentado e dando mostras de ser um cara muito sensato e equilibrado e, outra do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso do qual eu era fã de carteirinha pois o admirava por sua inteligência, sensatez e seu histórico de vida. (Admirava eu afirmei)

Fábio Assunção declarou: Formar um filho hoje é reler o mundo e se moldar à democracia, à liberdade, ao amor e, ao difícil exercício de ensinar seu filho a dizer não. (SÁBIAS PALAVRAS)

O ex-presidente defensor da maconha e, que declara aos 4 ventos que só experimentou uma vez (me engana que eu gosto), afirmou o seguinte:

Até que ponto as drogas fazem mal? o álcool faz mal! proibir resolve? eu acho que não resolve.

Presidente: ao que me consta, o senhor é formado em Sociologia e não em Achologia portanto achar........... bem.

Respeito óbviamente todas as opiniões, mas por exemplo a opinião dos defensores (usuários/dependentes) é extremamente tendenciosa (AUTO-DEFESA) portanto..................

Vou dizer algo também que sempre repito quando abordo o tema: o argumento dos defensores é, que se liberar a maconha acaba o tráfico. AH TÁ! e as outras drogas desaparecerão por encanto da face do Brasil Varonil né não?

Senhor Presidente: já não chegam os danos do álcool e do tabaco? o Senhor insiste um querer legalizar uma substância que afirmam ser natural quando na verdade não é? senão vejamos: a Maconha ou Canabis Sativa, é uma planta composta de várias substâncias, e que tem no TCH (TETRA-HIDRO-CANABINOL) seu princípio ativo primordial.

Ele (o THC) altera o funcionamento normal do cérebro; entonces é um droga psicotrópica.

A maconha consta do Código de Doenças da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A potência da dita cuja, é determinada pela concentração de THC que varia de 3 a 40% (hoje com a sintetização de substâncias em laboratórios, essa concentração é muito, muito maior).

Um baseado Senhor Presidente também contém outras substâncias............

ah o Senhor não sabia?  então vai lá: possui mais alcatrão do que o cigarro comum; tem também o benzopireno que é uma substância altamente cangerígena, além de se contaminar com fungos e Deus sabe mais o que.

A maconha é uma droga perturbadora! possui mais de 60 substâncias entorpecentes.

Já publiquei post falando sobre isso, mas vou relembrar: pesquisa da Universidade Federal de São Paulo, dá conta que: dependência da maconha existe sim, e é mais comum entre os usuários do que sonha nossa vã filosofia, como diria o William! que William? o Bonner? kkkkkk

não! o SHAKE! mas não o do Corinthians, agora Flamengo.

Olha só senhor Presidente! na adolescência, os índices de dependência da maconha chegam a 10%. É muiiiiiiiiiiiiiiiiiiita gente!

 As pesquisas não levam em conta a quantidade que o cidadão utiliza, mas sim os seguintes quesitos:

- ansiedade e preocupação com a falta da dita cuja.

- sensação de haver perdido o controle do uso.

- já haver tentado parar de usar por várias vezes.

- imaginar ser extremamente difícil ficar sem a substância.

Olha só que dados interessantes: 1/3 dos usuários adultos, tentaram parar e não conseguiram.

27% dos usuários apresentou sintomas de Síndrome de Abstinência.

Pesquisa coordenada pelo Dr.Psiquiatra Ronaldo Laranjeira da Unidade de Estudos sobre Drogas da Universidade Federal de São Paulo, afirma que no Brasil existem 1 milhão e 500 mil dependentes da maconha; desse total 500 mil são adolescentes. 

Olha só Senhor Presidente! não faço campanha pela proibição do álcool, mas clamo diáriamente aqui no site campanhas da parte do governo, elucidativas na mesma proporção que a mídia nos enfia goela abaixo os pseudo-benefícios do álcool. 

Agora o Senhor faz campanha para termos mais uma droga lícita? AFF

Eu tenho plena convicção que o senhor sabe de tudo isso que estou falando e, sabe também que assim como as epidemias do HIV/Aids, dengue e outras menos votadas, o alcoolismo é um dos mais graves problemas de saúde pública no Brasil. Me corrija por favor se eu estiver errado.

O álcool ocasiona a maioria dos acidentes de trânsito, sendo os jovens as principais vítimas.

O álcool ocasiona prejuízos incalculáveis em gastos com saúde, atendimentos em prontos-socorros, internações psiquiátricas, faltas ao trabalho, além do custo/humano com a diminuição da qualidade de vida dos usuários e principalmente de seus familiares que vão pro buraco juntinho com o alcoolista como já afirmei por várias vezes aqui mesmo no site.

Concordo com o Senhor! proibir não vai resolver! mas campanhas explicativas e elucidativas massificantes, com certeza amenizariam e muito o problema. 

Volto a repetir: até que ponto as drogas fazem mal senhor presidente? pergunte aos adictos em recuperação que são muuuuuuuitos no Brasil e no mundo o que eles pensam sobre a liberação das drogas, mais específicamente da maconha?

Mais vale um Adicto em recuperação  dando declarações sensatas, do que um Ex-Presidente dizendo bobagens.

PRONTO FALEI. 

 

 

A FARMÁCIA DO GENÉRICO EM JACAREZINHO PR.

E OLHA SÓ QUE LEGAL! VOCÊ NÃO PRECISA SE DESLOCAR ATÉ O CENTRO DA CIDADE PRÁ ENCONTRAR MEDICAMENTOS COM AQUELE PRECINHO ESPECIAL.

 

EM JACAREZINHO GLOBO AM.1550

BOTA AMIZADE NISSO!!!!!

www.radioglobo1550.com.br