SITE DO BLOG SOBRIEDADE

QUERO MAIS SAÚDE! ME CANSEI DE ESCUTAR OPINIÃO!

QUERO MAIS SAÚDE! ME CANSEI DE ESCUTAR OPINIÃO!

BOA NOITE GALERINHA DO BEM! 27 DE AGÔSTO DE 2.018!

Resultado de imagem para 27 de agosto dia do psicologo TODOS E TODAS ÓBVIAMENTE.

"A AMIZADE É UM AMOR QUE NUNCA MORRE....." by Mário Quintana.

A definição de saúde possui implicações legais, sociais e econômicas dos estados de saúde e doença; sem dúvida, a definição mais difundida é a encontrada no preâmbulo da Constituição da Organização Mundial da Saúde: saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças.

Política Nacional de Saúde Mental

A Política Nacional de Saúde Mental, apoiada na lei 10.216/02, busca consolidar um modelo de atenção à saúde mental aberto e de base comunitária.

Isto é, que garante a livre circulação das pessoas com transtornos mentais pelos serviços, comunidade e cidade e, oferece cuidados com base nos recursos que a comunidade oferece.

Este modelo conta com uma rede de serviços e equipamentos variados tais como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT), os Centros de Convivência e Cultura e os leitos de atenção integral (em Hospitais Gerais, nos CAPS III).

O Programa de Volta para Casa que oferece bolsas para egressos de longas internações em hospitais psiquiátricos, também faz parte desta Política

Entonces já que estamos falando de saúde, vai lá:

Droga, segundo a definição da OMS (Organização Mundial de Saúde) é toda e qualquer substância que, introduzida em um organismo vivo, pode modificar uma ou mais funções desse mesmo organismo.

Segundo a definição de algumas literaturas e, é aquela que eu tenho para mim, droga é toda e qualquer substância que tenha a capacidade de alterar meu humor, que tenha a capacidade de alterar minha forma de raciocinar.

Dito isto, vou dizer também que as drogas começaram a ser descobertas e utilizadas a fins de auxiliar o homem a combater doenças, mas o homem com toda sua "sabedoria" começou a utilizá-las de forma inadequada para como diz a definição da OMS modificar funções.

Hoje em dia nem tanto, mas há tempos atrás, a maioria das farmácias eram denominadas "Drogarias" ou seja porque vendiam drogas.

Então é correto se dizer que medicamentos são drogas? Sim, é corretíssimo; algumas são sintéticas, e a maioria creio eu, extraída de plantas.  

Alguns medicamentos utilizados de forma inadequada, não servem para a função ao qual foram destinados, e em alguns casos, criam dependência.
Vou falar específicamente das ANFETAMINAS e ANSIOLÍTICOS.

As anfetaminas são drogas sintéticas de efeito estimulante da atividade mental.

O uso clínico mais comum para as anfetaminas é como moderador de apetite e no tratamento de pacientes com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade.

 

Pessoas sob o efeito de anfetaminas têm insônia, perda de apetite, ficam eufóricas e com a fala acelerada.

Anfetaminas provocam dependência; assim, o usuário tem que consumir cada vez maiores quantidades de comprimidos para obter o mesmo efeito (é a tolerância).

Aliás, como toda droga, para sentir o mesmo "barato" inicial, bem-estar, o usuário têm que consumir cada vez maiores quantidades, ou fazer a troca da substância por outra "mais forte".

É comum em pessoas que utilizam anfetaminas para perder peso, voltarem a engordar quando interrompem o seu uso.

É importante também salientar, que o uso indevido e prolongado pode provocar alterações psíquicas, lesões no cérebro e aumento do risco de convulsões e overdoses.

Entonces, principalmente para as mulheres com o "estigma" dos dias de hoje que mulher para ser bonita têm de ser magra, o que no meu entendimento é uma besteira total, cuidado!
Conheço inúmeros casos de mulheres que começaram a tomar anfetaminas por indicação de amigas que diziam ser ótimo para emagrecer, que emagreciam rápidamente e, que se tornaram dependentes e passaram por inúmeras dificuldades para poder abandonar essa dependência.

Todo e qualquer medicamento só deve ser utilizado mediante supervisão médica e, no caso das anfetaminas e dos ansiolíticos com maior rigor ainda.

Um dado alarmante, é que o Brasil é um dos maiores consumidores mundiais de medicamentos ANOREXÍGENOS a base de anfetaminas.

 

Mas como essas pessoas conseguem adquirir anfetaminas se elas têm esse poder devastador e só são vendidas mediante receituário médico?

Com o advento da Internet, pessoas inescrupulosas que só pensam em enriquecer, em ganhar dinheiro, não se importando se estão ou não prejudicando pessoas, vendem esse tipo de medicamento sem nenhum tipo de controle e, outros casos que não cabe aqui salientar.

O que é importante mais uma vez ressaltar e salientar, é que sómente deve se utilizar esse tipo de medicamento sob supervisão médica.

mata a mae e xinga a imprensa gifs engracados com br Gif Morre Diabo do Mata a mãe e xinga a imprensa  www.gifsengracados.com.br

Era bem eu quando cruzava álcool com anfetaminas! AFF! NINGUÉM MERECIA!

A anfetamina da moda, não encontrada em farmácias é UM PALAVRÃO: METILENODIOXIMETANFETAMINA OU ECSTASY droga que ouvíamos falar constantemente até algum tempo atrás e, que hoje a mídia já não fala muito, mas que continua causando estragos e devastação principalmente nas "baladas noturnas" entre os jovens.

Outra anfetamina tristemente famosa, é a METANFETAMINA OU PERVITIN muito utilizada por caminhoneiros para poder dirigir horas e horas sem que sintam sono e assim poder cumprir os contratos de carga desumanos e cruéis a que são submetidos.

Alguns exemplos de moderadores de apetite, cabe-se também salientar, com o intuito de levar ao conhecimento das pessoas, o perigo a que se submetem ao fazer uso desses medicamentos sem a supervisão adequada: Substância DIETILPTOPLONA OU ANFEPRAMONA encontrada no DUALID, HIPOFAGIN, INIBEX e MODERINE.

O FENPROPOREX no DESOBESI; O MAZINDOL no FAGOLIPO e no ABSTEN-PLUS e finalmente o METILFENIDATO no medicamento RITALINA.

Por último, vou salientar outros efeitos igualmente desagradáveis e perigosos das anfetaminas tais como irritabilidade, prejuízos de julgamento, suor, calafrios, dilatação das pupilas e até convulsões.

Gostaria também de falar rápidamente sobre os ANSIOLÍTICOS que são medicamentos que têm a propriedade de atuar sobre a ansiedade e a tensão, sintomas tão conhecidos por todos no mundo de hoje.

Esse tipo de medicamento, é chamado ou foram chamados de tranquilizantes antigamente, por terem a capacidade de acalmar as pessoas estressadas, tensas e ansiosas.

Também são utilizados no tratamento da insônia e nesse caso também recebem o nome de DROGAS HIPNÓTICAS,  que induzem ao sono.

Os mais comuns são substâncias chamadas BENZODIAZEPÍNICOS e aparecem em medicamentos como o VALIUM, LIBRIUM, LEXOTAN e DORMONID.

Pessoas (dependentes) utilizam esses medicamentos de forma clandestina como já citado anteriormente no caso das anfetaminas, ou seja, sem prescrição médica e, acreditam não poder mais controlar seu nervosismo a não ser a base de ansiolíticos e outras também, que não conseguem mais dormir sem fazer uso da medicação.

Existem usuários de cocaína e anfetaminas por exemplo, que fazem uso paralelo também dos ansiolíticos para diminuir a excitação e a euforia provocadas por esses estimulantes, ou mesmo para tentar dormir após muitas horas de uso dessas drogas estimulantes.

Quando utilizada por alguns meses, levam a pessoa a um estado de dependência.

Como consequência, sem a droga, o dependente passa a sentir irritabilidade, insônia excessiva, sudorese, dor pelo corpo, também, em casos extremos apresentar convulsões.

Ainda no caso dos ansiolíticos, acontece a tolerância ou seja, o usuário precisa de doses cada vez maiores para poder sentir o mesmo "bem estar" inicial.

Finalizando, gostaria de acentuar que os efeitos dos ansiolíticos benzodiazepínicos, são grandemente potencializados pelo uso do álcool; a mistura álcool X estas drogas, pode levar o usuário a um estado de coma.

Além desses efeitos principais, os ansiolíticos dificultam os processos de aprendizagem e memória o que é óbviamente prejudicial para as pessoas que se utilizam desse tipo de substâncias.

Como pudemos observar as drogas não são sómente aquelas nas quais a mídia fala práticamente todos os dias (fala mesmo? é, alguns falam sim); é preciso realmente informação, conhecimento e ajuda adequada para a utilização de quaisquer substâncias.

Procure um médico, não se auto-medique; isso é altamente prejudicial, perigoso e pode causar dependência o que convenhamos não é nada legal!

Aliásmente falando-se uma linguagem bolebolense ou saramandense, é extremamente perigoso.

SE LIGA GALERA! Gosto sempre de repetir:

NÃO EXISTE DROGA LEVE E DROGA PESADA!

É TUDO DROGA!

UIAAAAA! tem Rita Lee logo abaixo de bônus, cantando óbviamente SAÚDE!

Não esquece de pausar a rádio lá embaixo no canto direito da página prá você ouvir, assistir e curtir o vídeo.

 

  

NAMASTÊ -                     HASTA LA VISTA BABY!

 UM DIA DE CADA VEZ........................

 

A FARMÁCIA DO GENÉRICO EM JACAREZINHO PR.

E OLHA SÓ QUE LEGAL! VOCÊ NÃO PRECISA SE DESLOCAR ATÉ O CENTRO DA CIDADE PRÁ ENCONTRAR MEDICAMENTOS COM AQUELE PRECINHO ESPECIAL.