SITE DO BLOG SOBRIEDADE

UM "TAPINHA" SÓ, NÃO MACHUCA NINGUÉM!AHHH TÁ!

UM "TAPINHA" SÓ, NÃO MACHUCA NINGUÉM!AHHH TÁ!

BUENAS NOCHES GALERITA DEL BIÉN! 09 DE ABRIL DE 2.018!

Imagem relacionadaResultado de imagem para dia nacional do aço

 

Algumas pessoas dizem para que "eu adicto" deva esquecer o passado, que o que passou passou, e outras "cositas más".

É óbvio que essas pessoas dizem na maior das boas intenções, mas com os adictos, principalmente no concernente ao uso de drogas (ativa), consegue-se ficar limpo, um dia de cada vez......... mas o cérebro registra e de lá não mais saem os registros de memória, as sensações de prazer proporcionadas pelas substâncias.

Daí então, que não é possível esquecer as sensações, devido aos registros de memória e, inclusive digo sempre que o cérebro fará qualquer coisa para sentir "aquele barato" novamente, inclusive tentar nos manipular ou enganar, como se fosse o cérebro um "organismo" à parte de nosso corpo humano.

E assim simplesmente dizendo, se eu me esquecer de toda a desgraça que meu uso de substâncias trouxe para mim e para meus familiares (sim pois a dependência química é uma doença familiar), estarei apto, prontinho a fazer tudo de novo, cair na insanidade (que é repetir os mesmos erros esperando resultados diferentes), enfim....................... não posso esquecer de maneira alguma.

Então devo ter sempre em mente as boas e as más lembranças; as boas no sentido de fazer dos bons momentos, positividades a serem utilizadas hoje e sempre, como também para que as negatividades não sejam esquecidas e................... que possam ser tratadas as situações que as causaram, de maneira nova e com uma visão positiva e diferenciada.

 

Um simples aperto de mão confiante faz renascer, por vezes, a coragem de quem estava por fraquejar.

Rahkun Mello

 

Do ponto de vista da ecologia, comunidade - também chamada biocenose - é a totalidade dos organismos vivos que fazem parte do mesmo ecossistema e interagem entre si, corresponde, não apenas à reunião de indivíduos (população) e/ou sua organização social (sociedade) e sim ao nível mais elevado de complexidade de um ecossistema. Uma comunidade pode ter seus limites definidos de acordo com características que signifiquem algo para nós, investigadores humanos. Mas ela também pode ser definida a partir da perspectiva de um determinado organismo da comunidade. Por exemplo, as comunidades possuem estrutura trófica, fluxo de energia, diversidade de espécies, processos de sucessão, entre outros componentes e propriedades.

Uma comunidade é um conjunto de pessoas que se organizam sob o mesmo conjunto de normas, geralmente vivem no mesmo local, sob o mesmo governo ou compartilham do mesmo legado cultural e histórico. Os estudantes que vivem no mesmo dormitório formam uma comunidade, assim como as pessoas que vivem no mesmo bairro, aldeia ou cidade. Fichter, 1967 em suas Definições para uso didático

 BOM DIA - BOA TARDE - BOA NOITE COMUNIDADE!

FONTE pt.wikipedia.org

Entããããão! só para fins de esclarecimento, prá quem não sabe, um tapinha é "dar um pega", fumar um baseado.             

 

OLHA SÓ GENTEEEEEEM O QUE ACONTECE COM QUEM FUMA MACONHA! depois abaixo mando outros argumentos...... só a título de esclarecimento, dados são encontrados em qualquer site sério de pesquisas sobre a referida substância:

– têm duas vezes mais risco de sofrer de depressão;
– têm duas vezes mais risco de desenvolver distúrbio bipolar;
– é 3,5 vezes maior a incidência de esquizofrenia;
– o risco de transtornos de ansiedade é cinco vezes maior;
– 60% dos usuários têm dificuldades com a memória recente;
– 40% têm dificuldades de ler um texto longo;
– 40% não conseguem planejar atividades de maneira eficiente e rápida;
– têm oito pontos a menos nos testes de QI;
– 35% ocupam cargos abaixo de sua capacidade.

Dos 12 aos 23 anos, o cérebro está em pleno desenvolvimento.

Então, quanto mais precoce for o consumo, maior é o risco de comprometimento cerebral.

Em um processo conhecido como poda neural, o organismo faz uma triagem das conexões que devem ser eliminadas e das que devem ser mantidas para o resto da vida.

A ação da maconha nessa fase de reformulação cerebral é caótica.

Sinapses que deveriam se fortalecer tornam-se débeis. As que deveriam desaparecer ganham força”. (Sinapses são zonas ativas de contato entre uma terminação nervosa e outros neurônios, células musculares ou células glandulares.)

Liberar drogas não acaba com o tráfico.

A campanha do desarmamento tirou armas dos bandidos? Nãããããããããooooooo..

Em uma sociedade que busca o prazer ao máximo (hedonismo) (hedonismo do grego hedonê=prazer,vontade), não dá para aceitar a defesa de drogas apenas porque satisfazem, dão prazer.

A visão do "dependente" é de auto-defesa; dele não se pode esperar uma opinião imparcial, porque ele sempre será o defensor da liberação das drogas, consciente ou não de seus males. ( e aí faço um adendo, porque os ex- usuários/dependentes que estão abstemios, buscando sobriedade, ou em sobriedade acredito eu jamais serão a favor da liberação).
Eu não conheço um pai ou mãe que se sinta feliz ao falar de um filho dependente. Ao contrário, os pais sofrem muito ao tomar conhecimento que têm um filho (a) usando drogas e expressam profunda tristeza, seja maconha ou outra porcaria qualquer.

Mas tá falando tudo isso por que Benatti?

Porque assisti uma palestra dia desses sobre drogas óbviamente, muito parecida com a que ministro quando convidado a falar sobre o tema e, o palestrante psicólogo espírita salientou algo que vivo afirmando: "que o cérebro jamais esquecerá a sensação de prazer das drogas" (aliás tenho falado sobre isso incessantemente nos últimos dias).

São os registros de memória que passem quantos anos for, lá estarão eles! tudo selado, rotulado e carimbado....... prontinhos prá te derrubar quando você estiver vulnerável.

Tô dizendo tudo isso também, pois apesar de minha indignação com o ex-presidente do Uruguai José Mujica, que apesar de 67% do povo uruguaio ter sido contrário à legalização da maconha, esteve empenhado há alguns anos passados, pessoalmente no projeto para a legalização da mesma........ E CONSEGUIU! AFF!

E houve até festa em Montevidéu à época, prá comemorar a primeira remessa da ervinha do capeta! foi o começo do fim, acreditem!

Olha só que notícia mais terrível em minha opinião; já há algum tempo atrás, recebi notícias dando conta que: o número de indivíduos (principalmente adolescentes) que estão fumando maconha em terras Uruguaias, já ultrapassou e muuuuuuuuuuuuuuito, os fumantes de tabaco.

Prá mim, isso é um péssimo sinalizador, eu diria que é alarmante.

 

Enquanto isso aqui em Brasólia, vejo cada vez mais amigos, afilhados, garotos e garotas da mais tenra idade, sendo internados em Comunidades Terapêuticas, reinternados, pois acharam que um cigarrinho do capeta só não dava nada, que um copinho só não dava nada!

VOU MANDAR, ME PERDOEM REALMENTE!

PUTA QUE OS PARIU! PRONTO FALEI.

E daí fico me perguntando: será por que?

A maconha já é a substância mais utilizada por usuários no mundo inteiro, deixando o álcool em segundo lugar. SERÁ POR QUE??????

Dá uma espiadinha nos argumentos apresentados abaixo e, depois tire suas próprias conclusões.

Tempos em tempos gosto de mandar este post novamente que é prá reforçar o contrário do que algumas pessoas vivem apregoando: QUE MACONHA E NATURAL, QUE NÃO CONTÉM QUÍMICA, QUE NÃO CAUSA DEPENDÊNCIA....... isso tudo é FALSO, MUITO FALSO!

 " Na adolescência, os índices de dependência chegam a 10% ". É muita coisa.
A pesquisa segundo apurei, não leva em consideração a quantidade, mas sim os seguintes quesitos:
- ansiedade e preocupação com a falta da substância 
- Sensação de não ter mais controle sobre o uso
- Preocupação com o próprio uso ( é assim que funciona o processo nas dependências; no começo o uso é plenamente compartilhado e incentivado, mas com o desenvolvimento do processo, o uso passa a ser mais solitário e egoístico: minha droga!)
- Ter tentado parar algumas vezes
- Imaginar muito difícil a ausência da substância.
Fecha a notícia,dando conta que a Unifesp conclui que 1/3 dos usuários adultos tentaram parar e não conseguiram e ainda que, 27% dos usuários apresentaram sintomas de abstinência ao parar.  
Outra nota muito interessante, encontrada no blogs.jovempan.uol.com.br dá conta que 75% da população no Brasil é contrária à legalização da maconha.
Isso foi a conclusão do segundo Levantamento Nacional de Álcool e outras Drogas, realizado em 149 municípios brasileiros pela mesma Unifesp, pelo Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e outras Drogas e outras Instituições.
O Coordenador da Unidade de Estudos de Drogas, Psiquiatra Ronaldo Laranjeira apresentou o resultado à imprensa e mostrou ainda dados alarmantes como por exemplo de que existiam até um espaço de tempo atrás (hoje devem ser mais), 1 milhão e 500 mil pessoas dependentes da maconha no Brasil e um pouco mais além: desse total, 500 mil são adolescentes. A maconha possui aproximadamente 60 substância entorpecentes.

Tenho postado muita coisa falando a respeito dessa substância que muita gente diz ser natural, que não causa dependência, que isso, que aquilo. Galera! o buraco é mais em cima, não é mais em baixo não.

E olha só: os defensores do modelo Portugal, já estão ficando em palpos de aranha (vexados), pois as internações e overdoses por heroína diminuíram, enquanto cresce assustadoramente o número de usuários de cocaína e maconha.

O Coordenador Nacional para os Problemas das Drogas e do Uso Nocivo do Álcool, declarou que: " a cannabis (maconha) tem cada vez mais peso no consumo em Portugal" o que trocando em miúdos significa que a maconha está chegando cada vez mais precocemente para os jovens, antes do consumo de outras drogas, e completou: estamos sendo levados a refletir, que o papel da cannabis na vida das pessoas não é tão inócuo assim".

A declaração por si só, demonstra em minha opinião uma preocupação crescente, e é a prova de que a substância não tem nada de "inocente" como querem fazê-la parecer.

Pesquisas dão conta que  8.500 contra-ordenações aconteceram naquele país em 2.012 (contra-ordenações são infrações puníveis com sanções pecuniárias, sem prisão), o que representou um aumento de 24% com relação ao ano anterior e que a maioria dos processos estavam relacionados com a posse de cannabis.

Manchete do Diário Digital de Portugal >>>>> Cannabis ultrapassa heroína nos novos tratamentos por toxicodependência 

OLHA SÓ! Vejo tanta gente empenhada em liberar a Maconha, pois dizem ser "natural" he he he! ÓPIO TAMBÉM É NATURAL! POR QUE NÃO FAZEM A MARCHA DO  ÓPIO TAMBÉM?

VOU DIZER NOVAMENTE: VÃO PRÁ .................................. PONTE GRANDE! AFF!

Oportunamente trarei mais dados e dados atualizados sobre o assunto.

A intenção do Site e, consequentemente minha intenção não é polemizar, radicalizar, nem ser a favor ou contra e sim esclarecer; pesquisas indicam que os usuários não ficam sómente na maconha, mas se ficarem, olha lá em cima como é que funciona o esquema.......

Causa dependência siiiiiiiimmmmmmm, e dependência brava.

Não posso ser a favor de substâncias que me fizeram perder grande parte de minha vida, que me reduziram ao nível animal (tenho dúvidas quanto a essa conotação pois animais dito irracionais não usam drogas) e, que fizeram minha vida na ativa se tornar um pesadelo, não só para mim como para as pessoas que eu amava e amo, inclusive a maconha.

 

 

DROGA É DROGA! 

NÃO EXISTE DROGA LEVE E DROGA PESADA!

PULA FORA! FOGE GAROTINHO, FOGE GAROTINHA!

Dito isto, só me resta mandar o >>>>>>>>>>> 

 

MELHOR ATENDIMENTO EM COMBUSTÍVEIS DE JACAREZINHO PR.
FAÇA UMA VISITA E SURPREENDA-SE.

A FARMÁCIA DO GENÉRICO EM JACAREZINHO PR.

E OLHA SÓ QUE LEGAL! VOCÊ NÃO PRECISA SE DESLOCAR ATÉ O CENTRO DA CIDADE PRÁ ENCONTRAR MEDICAMENTOS COM AQUELE PRECINHO ESPECIAL.